Brasileira muçulmana ganha o prêmio de melhor cozinheira.

 

Foto Artur Igrecias 1061 1024x683Tenha orgulho em ser muçulmano prezando a sua fé, seja qual forem os desafios e as dificuldades, em qualquer lugar que esteja mostre sua identidade islâmica e a defenda, ela é Seu símbolo de glória e sua fonte de força.

É isto que a muçulmana brasileira com o seu hijab Samira Ganoum fez ao entrar na competição para o melhor cozinheiro ao nível Brasil no canal brasileiro SBT, onde se estendeu por vários episódios e meses no famoso programa “Bake Off Brasil”, esta muçulmana mostrou-se que o Islam é válido  para todo tempo e lugar.

O álcool não foi utilizado na preparação das massas e nos diferentes tipos de pães, e venceu com seu esforço e sua confiança em Deus, e mostrou que este é o caminho, e foi capaz de convencer o júri de que pode obter os melhores tipos de pães Halal.

Em um comunicado, a Sra Samira Ganoum ', disse a vitória é apenas o começo, eu não quero que as pessoas se lembrem de mim como a vencedora deste programa, eu quero que as massas e doces que eu faço sejam uma marca para sempre, me sinto muito feliz por ser a primeira mulher de origem árabe e muçulmana, e isto não me faz diferente dos outros, mas sim me proporcionou mais responsabilidades, agradeço a todos aqueles que respeitaram a minha cultura e minha religião, é importante respeitar uns aos outros e também a unir-se independentemente de suas religiões, passamos por momentos amargos em nossas vidas, mas nós temos a capacidade de transformá-los em doces.

O programa atraiu milhões de telespectadores, tornando a procura pela cultura árabe e islâmica em alta significativa nas redes sociais, este é um meio novo de divulgação do conhecimento e a comunicação com a sociedade brasileira e a integração positiva  que contribui para a disseminação de uma cultura de tolerância e coexistência pacífica, em sociedades ocidentais.

 

Por Sheikh Khaled Rezk Taky El Din

Pesquisador nos assuntos da comunidade muçulmana na América Latina